Dados são do RUF - Ranking Universitário Folha, que avalia anualmente as instituições públicas e privadas de ensino superior do País

Depois de obter 4 estrelas na avaliação realizada pelo Guia da Faculdade Estadão, o curso de Direito do UNIVEM comemora sua posição no Ranking Universitário da Folha (RUF), realizado desde 2012,  e que avaliou 192 instituições de ensino superior segundo os critérios qualidade de pesquisa, inovação, internacionalização, qualidade de ensino e mercado.

O Curso de Direito ficou entre os 10% dos melhores cursos do país,  entre os mais de 1.200 cursos oferecidos por instituições públicas e privadas em todo o País, deixando para trás o outro curso em Marília, com um diferença de 146 posições a frente.

Para muitos jovens esta é a hora de decidir em que instituição de ensino cursar sua graduação, e a avaliação das universidades em rankings nacionais é um bom indicador nesse processo de escolha.

A avaliação do RUF levou em consideração a proporção de professores com mestrado e doutorado, de professores com dedicação total e parcial, a nota do Enade e a opinião, coletada pelo Datafolha, de 611 professores escolhidos pelo Ministério da Educação (MEC) para analisar a qualidade de cursos superiores.

Também foram considerados o total de trabalhos científicos publicados, citações dos artigos, por publicação, publicações em revistas nacionais, citações por docente, publicações por docente, captação de recursos para pesquisas e a proporção de pesquisas com alta produção acadêmica.  Isso sem contar, o índice de empregabilidade, e a inovação e o processo de internacionalização.

APROVAÇÂO NOS EXAMES DA ORDEM - O curso de Direito, especificamente, tem uma avaliação específica que leva em conta também aprovação na OAB. Quesito que tem colocado o UNIVEM em destaque no Estado, nos últimos cinco anos. Pesquisa realizada pela OAB - Marília aponta que, mais de 70% dos aprovados nos exames da ordem dos Advogados do Brasil são de alunos do UNIVEM. No primeiro semestre deste ano, o Curso de Direito do UNIVEM comemorou o excelente resultado no índice de aprovações na 1ª fase do Exame 28 da Ordem. Dos 97 aprovados, 59 são alunos do UNIVEM, representando 60,82%.

Com 52 anos de tradição, o curso de Direito do UNIVEM é referência na formação de excelência e se destaca dentre os melhores do Brasil, com nota máxima (5) na avaliação in loco pelo MEC.

Todos os dados do RUF são coletados em bases de dados públicas. Também são realizadas duas pesquisas de opinião nacionais exclusivas, conduzidas pelo Datafolha, com empregadores e com docentes de todo o país. Visitas às instituições de ensino e coleta de dados diretamente nas instituições não fazem parte da metodologia.

De acordo com o coordenador do curso de Direito, Prof. Dr. Edinilson Donisete Machado, o resultado apresentado pelo Ranking Universitário Folha valida, mais uma vez, a excelência de um dos melhores cursos de Direito do País. “Esses resultados nos enchem de orgulho. Vivemos um momento de transformação. Para 2020, estaremos aliando, de maneira ainda mais efetiva, o olhar digital sobre o curso de Direito formando profissionais aptos a atender à necessidade desse mercado em que a tecnologia e o Direito caminham juntos, com o  uso de metodologias ativas, nova matriz curricular e sendo a única instituição de ensino superior do Estado a usar a Inteligência Artificial na formação de seus alunos.

Para a Pró-Reitoria Acadêmica, Profa. Dra. Raquel Ferraroni Sanches, o resultado notável, alcançado, mais uma vez,  pelo curso de Direito, vem reforçar o resultado de um trabalho voltado à formação dos alunos de maneira integral.

Para o reitor do UNIVEM, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, essa é mais uma conquista do curso de Direito e de toda a comunidade acadêmica.  “Temos uma seleção de professores capacitados e com vivência de mercado, projetos pedagógicos modernos e atualizados e infraestrutura tecnológica única que preparam os nossos alunos para atuar em todas as áreas da carreira jurídica. Temos colhido excelentes resultados nos exames da OAB e inserido no mercado profissionais diferenciados ”, comemorou o Reitor do UNIVEM.

COMENTÁRIOS