Instituição alia tradição a inovação, tecnologia e empreendedorismo

A Fundação de Ensino “Eurípides Soares da Rocha” (FEESR), mantenedora do Centro Universitário de Marília –UNIVEM, comemora, hoje, 52 anos de fundação. Além dos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Direito, os primeiros a serem ofertados pela instituição, o UNIVEM oferece, também, cursos de Ciência da Computação, Design Gráfico, Engenharia de Produção, Gestão de Recursos Humanos, Processos Gerenciais e Sistemas de Informação, bem como cursos de pós-graduação, Mestrado e cursos na modalidade EaD.

Referência pelo corpo docente altamente qualificado e pelo alto índice de empregabilidade, a instituição alia a tradição à inovação, tecnologia e empreendedorismo e se prepara para ser o grande agente de transformação de Marília e região, por meio do ecossistema gerido pela Fundação.

Segundo destacou o presidente da Fundação e Reitor do UNIVEM, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, além da formação de excelência focada nas mudanças e demandas do mercado, o conhecimento e o potencial tecnológico do UNIVEM, por meio dos ambientes de inovação e empreendedorismo, têm sido reconhecidos por empresas nacionais e internacionais que buscam aprimorar tecnologias e otimizar processos. Um “ganha-ganha” em que os alunos têm a chance de crescer profissionalmente e as empresas de poder contar com toda a infraestrutura e a expertise disponíveis pelo Centro de Inovação Tecnológica (CITec-Marília) nas áreas da Transformação Digital e da Indústria 4.0. “Poucas são as instituições que chegam aos 52 anos, face as tantas mudanças. Estamos vivendo a chamada Revolução 4.0 e nos enquadrando a ela. Não existe outro caminho que não seja essa mudança para o mundo digital. É isso que comemoramos, essa base conquistada até aqui e que nos dá sustentação para um novo modelo de ensino. Há 10 anos planejávamos o futuro, hoje, as mudanças são para ontem. A dinâmica nesse mundo tecnológico é muito rápida, e nós não perdemos esse ‘trem’. Estamos no caminho certo, nos reinventando e nos enquadrando às novas tecnologias do mercado. Quem ganha é o aluno que está fazendo a diferença, e é o futuro do País”, concluiu. 

Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, Presidente da Fundação e Reitor do UNIVEM: “Estamos no caminho certo, nos reinventando e nos enquadrando às novas tecnologias do mercado”

UNIVEM 4.0

Instituição se prepara para ser agente de transformação regional

O olhar para o futuro e para a geração 4.0 é o marco dos 52 anos da Fundação de Ensino “Eurípides Soares da Rocha”. A criação, este ano, da Pró-reitoria de Inovação e Desenvolvimento Institucional, coordenada pelo Prof. Dr. Elvis Fusco, abarcou uma série de projetos, planejamentos e execuções que o UNIVEM tem realizado ao longo dos anos com enfoque na inovação tecnológica, no empreendedorismo e na transformação digital.
Com isso, a instituição passou a consolidar, expandir e fortalecer as estratégias de transformação digital no ensino, e contemplar algumas unidades já existentes na instituição, como o Núcleo de Educação a Distância (NEAD) – um projeto de expansão do UNIVEM lançado em 2018;  o Centro de Inovação Tecnológica; o Centro Incubador de Empresas; o InnovaSpace Coworking e outros programas que serão criados já a partir deste ano.  
Além dos ambientes de inovação já solidificados no UNIVEM, a instituição lançou este ano cursos rápidos, no formato nanodegress, com  formação online e com menor tempo de duração se comparados a programas tradicionais oferecidos pelas instituições de ensino superior. “Chegamos aos 52 anos com uma base e um ecossistema para nos transformarmos para os próximos 52 anos. Esse é um ano de mudança para a sociedade em geral com a transformação digital, e o UNIVEM se prepara para apresentar à sociedade modelos e serviços educacionais que venham contribuir para essa transformação das pessoas e das empresas. De dois anos para cá, começamos a projetar uma instituição para ser esse agente de transformação de Marília e do Brasil, inclusive, com parcerias internacionais”, ressaltou. O grupo tecnológico Foxconn e a Nestlé escolheram a instituição e seu centro de inovação para liderar projetos de transformação digital em suas unidades fabris.

COMPETITIVIDADE

Cursos são voltados às demandas do mercado

Em um contexto de mudanças sociais devido à transformação digital, e uma sociedade 4.0, a Fundação de Ensino “Eurípides Soares da Rocha” é parte integrante de um sistema de inovação, empreendedorismo e transformação na história de Marília, provocando mudanças e avanços.
Conforme destacou a Pró-reitora Administrativa, Prof.ª Marlene Campos, à medida que as demandas sociais aumentam, a instituição tem seu olhar voltado para criação de ambientes inovadores, de modo a aproximar cada vez mais as pessoas das novas tecnologias e conhecimento, buscando oferecer uma educação voltada a uma realidade social econômica e tendências do mercado. “Considerando que o momento atual vivido pelo mundo é da ‘economia do conhecimento’, a geração de riqueza e criação de valor está diretamente relacionada com a sua capacidade de gerar tecnologias e, diante desta realidade, a Fundação promove, de forma significativa, os processos diferenciados e competitivos no mercado”, salientou.
Segundo ela, a Fundação, em seus 52 anos, define-se em modelo de ensino de forma inovadora, provocando as transformações sociais, e buscando cumprir sua missão com um olhar voltado às novas tecnologias e aos processos de ensino e aprendizagem. “Com o  desafio do Modelo de Ensino não presencial, a Fundação reafirma seu compromisso de organização, que se insere em um padrão de ensino disrruptivo e inovador, oferecendo um ambiente de ensino que possibilita a ampliação do conhecimento com uma formação, buscando que o aluno estabeleça o elo entre a academia e a profissão, sendo ele o protagonista de seu conhecimento”, afirmou.

A Fundação Eurípides faz parte da história de Marília

Fundada em 8 de agosto de 1967, a Fundação de Ensino “Eurípides Soares da Rocha” se destaca no cenário de Marília por fazer parte da história da cidade e de grande parte de seus profissionais.
Segundo a Pró-reitora de Graduação do UNIVEM, Prof.ª Dr.ª Raquel Ferrarori Sanches,  além de Marília, toda a região ao entorno, e outras diferentes localidades do País, são premiadas por profissionais altamente qualificados, formados pela Instituição.
Nascida em meio a ideais de cidadãos da comunidade espírita, a instituição vem crescendo com a cidade, contribuindo para seu desenvolvimento, se modernizando, e influenciado a nova geração de atores sociais, na concretização de suas aspirações, desafios e sonhos. “A história de cada um de seus ex-alunos se soma à história da Fundação Eurípides. Uma história ética, de envolvimento, de atuação social, de grande produção intelectual e profissional, enfim, uma história que deixa legado às gerações futuras, em especial nesse momento de grandes transformações, quando é preciso preparar para que seus atores acadêmicos sejam agentes, protagonistas das mudanças.  Parabéns a todos da Fundação Eurípides que contribuíram para que vivêssemos essa comemoração hoje, de maneira a ancorar o futuro próspero no qual escreveremos mais um belo capítulo de sua história! Comemoramos o passado forte que nos trouxe até aqui, mas olhamos, incansavelmente, para o futuro promissor que nos aguarda”, destacou a Pró-reitora de Graduação.

Mantenedores relembram as dificuldades para a criação da Fundação

Instituição de natureza confessional e caráter espírita, a Fundação de Ensino “Eurípides Soares da Rocha”, nasceu com o intuito de atender aos jovens de Marília e região que não tinham condições de arcar com um curso superior e tampouco se descolar para outras cidades da região. Sem recursos financeiros e sem patrimônio, durante alguns anos, a Fundação funcionou em uma área anexa ao Educandário Bezerra de Menezes, em salas cedidas pelo Hospital Espírita de Marília. (H.E.M). 

Aluno das primeiras turmas do curso de Administração e Direito, e membro da mantenedora, Terêncio Bertolini relembra as dificuldades para a autorização dos primeiro cursos – Ciências Contábeis, Administração e Direito e as vitórias alcançadas ao longo desses cinquenta e dois anos. “Tudo era muito difícil. A administração funcionava no Colégio Bezerra, e as aulas em salas cedidas pelo Hospital Espírita. Hoje, comemoramos o esforço de todos os espíritas da cidade que lutaram para fundar uma instituição de ensino superior que oferecesse conhecimento e aprendizado para os jovens. Nosso desafio é constante, mas a qualidade e a seriedade conquistada ao longo desses anos supera qualquer preocupação. A Fundação, mantenedora do UNIVEM, tem o reconhecimento da sociedade e isso não tem preço!”, frisou.
Para o também mantenedor, Wiliam Eleazar Nemer, a Fundação alcançou seus 52 anos como exemplo de instituição de sucesso. “Manter um trabalho conquistado por um grupo de pessoas que acreditavam no ensino é um grande desafio. Hoje, a responsabilidade é maior, porque o momento é outro. No entanto, temos uma diretoria que preza pela qualidade de ensino e excelência. É um trabalho nobre e que vale muito a pena”, concluiu.

COMENTÁRIOS