O Bacharel em Sistemas de Informação - Software Engineering & Digital Business possui uma visão ampla da organização e dos impactos das Tecnologias 4.0 demandadas pelo mercado.

Tendo a prática das tecnologias digitais, aliadas aos conceitos de gestão e administração, o Bacharel em Sistemas de Informação poderá atuar ao final do curso como Engenheiro de Software, Gestor de projetos de TI, Desenvolvedor de Sistema de Informação, mas principalmente atuar como profissional responsável por elaborar e gerir processos de transformação digital de negócios. O Curso foi desenvolvido para que o aluno tenha desde o primeiro dia de aula a prática para atuar no mercado de trabalho e possa ser agente de transformação da sociedade.

O curso de Bacharelado em Sistemas de Informação do Univem tem como objetivo formar profissionais que dominem os fundamentos da Computação e Administração de tal forma que consigam utilizar as Tecnologias da Informação atuais e futuras para gerenciar, projetar e desenvolver Sistemas de Informação nas áreas de gestão, produção e de apoio à decisão nas empresas dos setores comercial, industrial e público.

O profissional formado em Sistemas de Informação pode atuar no mercado de trabalho ou empreender na indústria de software gerando soluções empresariais inovadoras para melhorar a qualidade da gestão, processos, produtos e serviços. O curso possui laboratórios com ampla infraestrutura para o desenvolvimento de projetos da área de sistemas.

O curso de Bacharelado em Sistemas de Informação foi reconhecido como um dos melhores do país pelo MEC, recebendo conceito 4 (máximo 5) no ano de 2018, em uma avaliação que leva em consideração alunos, professores e instalações do curso e da instituição de ensino.

 

Diferenciais

  • Professores altamente qualificados, tendo 100% do corpo docente composto por Mestres e Doutores.
  • Curso com padrão e qualidade das melhores universidades públicas e privadas do Brasil.
  • O UNIVEM possui uma Incubadora de Empresas em parceria com o Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília), que permite aos alunos a instalação de empresas de base tecnológica, com todo o suporte técnico necessário para o seu desenvolvimento.
  • Maior índice regional de alocação de ex-alunos e estagiários em empresas de Marília e da região.
  • Maior índice regional de aprovação de ex-alunos em programas de mestrado e doutorado.
  • Para alunos carentes o UNIVEM oferece bolsas de estudo integrais ou parciais, bolsas PROUNI, Escola da Família e outras possibilidades que devem ser consultadas na tesouraria da instituição.
  • Estímulo à pesquisa desde o 1º ano, com programa de Iniciação Científica com bolsa CNPq e FAPESP.
  • Estímulo a Internacionalização, com parceria com diversas Universidades de fora do país, bem como parceira com o Santander Universidades que permite que os alunos do curso realizem estágio no exterior.
  • Participante do Prêmio Cidadania Sem Fronteiras - Edição Nacional promovido pelo Ministério da Ciência e Tecnologia com o Projeto de Extensão "Inclusão Digital para Alunos da APAE-Marília".
  • Mantém o Computing and Information Systems Research Lab – COMPSI, núcleo que fomenta a pesquisa e a prática profissional dos alunos na área de Computação e Sistemas de Informação.
  • Parceria com empresas multinacionais na realização de Projetos de P&D, envolvendo alunos e professores. 

 

Avaliação do INEP/MEC

Reconhecido em fevereiro de 2011, pela portaria nº 451 de 15 de fevereiro de 2011.
Na última avaliação, realizada no ano de 2018, o Curso de Sistemas de Informação obteve conceito 4 (máximo 5), estando entre os melhores cursos do Brasil.

 

Veja mais destaques que diferenciam o curso de Sistemas de Informação do Univem

  • Incubadora de empresas de base tecnológica;
  • Ambiente de colaboração (InnovaSpace Coworking) para a viabilização de ideias empreendedoras, com acesso a mentorias e palestras;
  • Maior taxa de empregabilidade de seus alunos dentre os cursos de Tecnologia da Informação da região;
  • Estágios a partir do 1º ano;
  • Oferece laboratório de pesquisa e prática profissional (COMPSI);
  • Alto índice de publicações científicas de seus alunos e professores;
  • Fomento à pesquisa desde o 1º ano;
  • Matrizes curriculares atualizadas;
  • Projetos de Extensão;
  • Eventos científicos e tecnológicos;
  • Bolsas estágio em seus laboratórios de pesquisa;
  • Bolsas de pesquisa CNPq;
  • Bolsas de pesquisa FAPESP;
  • Bolsas PROUNI;
  • Bolsas Escola da Família;
  • Bolsas de empresas parceiras;
  • Alto índice de aprovação em mestrados nas melhores instituições públicas;
  • Parcerias com empresas de TI;
  • Integração com a Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação (ASSERTI);
  • Laboratório de Indústria 4.0;
  • Vínculo com universidades públicas USP, UNESP, UNICAMP e Federais.
  • Qualidade reconhecida no cenário regional e nacional.

Disciplina

CH

Administração

40

Fundamentos de Algoritmos

80

Fundamentos de Sistemas de Informação

40

Laboratório de Programação

80

Lógica e Sistemas Digitais

80

Projeto Integrador I

40

Disciplina

CH

Fundamentos de Sistemas de Informação

40

Introdução à Lógica

80

Laboratório de Programação II

80

Matemática Discreta

80

Técnicas de Programação

40

Teoria das Organizações

40

Disciplina

CH

Banco de Dados I

40

Engenharia de Software I

40

Estrutura de Dados

80

Fundamentos de Sistemas Operacionais

40

Gestão de Sistemas de Informação

40

Programação Orientada a Objetos

80

Teoria da Contabilidade

40

Disciplina

CH

Administração de Sistemas Operacionais

40

Banco de Dados II

40

Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos

80

Engenharia de Software II

80

Ética, Direito e Sociedade

40

Gestão da Informação e Inteligência Competitiva

40

Introdução à Probabilidade e Estatística

40

Disciplina

CH

Engenharia de Software III

40

Estágio Supervisionado I

80

Estatística Aplicada

40

Gestão de Processos de Negócio

40

Implementação de Sistemas de Informação

80

Metodologia Científica

40

Pesquisa Operacional

40

Sistemas de Banco de Dados

40

Disciplina

CH

Empreendedorismo e Inovação

40

Estágio Supervisionado II

80

Gestão de Projetos

40

Implementação de Sistemas WEB

80

Redes de Computadores I

40

Sistemas de Apoio a Decisão

80

Teste e Qualidade de Software

40

Disciplina

CH

Desenvolvimento de Sistemas Móveis

80

Gestão de Tecnologia da Informação I

40

Interface Homem-Computador

40

Redes de Computadores II

40

Segurança da Informação

40

Tópicos Especiais

40

Trabalho de Curso I

80

Disciplina

CH

Desenvolvimento de Plano de Negócio

40

Gestão de Tecnologia da Informação II

40

Sistemas Distribuídos

40

Tópicos em Sistemas de Informação

40

Trabalho de Curso II

80

 

*Libras 40

NOTAS EXPLICATIVAS:

*A disciplina Libras (Língua Brasileira de Sinais), regulamentada pela Lei 10.436, de 24 de abril de 2002, e Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005, é oferecida como componente curricular optativo no âmbito dos cursos de graduação mantidos pelo UNIVEM, com carga horária de 40 horas.

Objetivos do Curso

O curso de Bacharelado em Sistemas de Informação tem como objetivo geral a formação de profissionais que são agentes transformadores da sociedade em que estão inseridos, tendo competências predominantes das áreas de Computação e Administração, atuando com as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), com ênfase em Sistemas de Informação. Aptos a exercerem suas funções no mercado de trabalho de forma competente e transformadora, agregando novos conceitos para a gestão, análise, projeto, desenvolvimento, utilização e avaliação das TICs aplicadas às soluções informatizadas de problemas e mantendo uma visão humanística e consciente das implicações de sua atuação profissional na sociedade.

O curso tem suas bases divididas em três aspectos centrais, Organização, Tecnologia e Gestão, que permite ao curso formar profissionais capazes de lidar com sistemas complexos que requerem conhecimentos técnicos e organizacionais que afetam tanto as operações como as estratégias das organizações.

Tem sua formação com ênfase: i) na atuação profissional que deve contribuir de forma transformadora em diversos domínios, incluindo empresas, governo e instituições de ensino e pesquisa; ii) na atuação acadêmica como pesquisador e docente por meio da formação continuada em programas de pós-graduação stricto sensu, e iii)  no empreendedorismo com o desenvolvimento de organizações que gerem produtos e serviços tecnológicos inovadores.

Para que esse objetivo possa ser atingido, dar-se-á ênfase aos aspectos da formação profissional em si, com destaques para os conceitos e práticas que sustentam a formação de uma visão sistêmica, a gestão de sistemas de informação e de tecnologia da informação, o desenvolvimento de software, a engenharia de dados e informação, a prática de infraestrutura, a pesquisa, inovação e empreendedorismo e o desenvolvimento pessoal e profissional.

O curso tem como objetivo a formação de profissionais que atendam competências e habilidades técnicas, mas também contribua na formação de profissionais com elevado nível de autonomia, capacidade de trabalho em equipe, pensamento crítico, atitude colaborativa, pró-atividade, comunicação efetiva, liderança e ética. O egresso deve estar preparado para atuar em uma sociedade exposta as transformações digitais incrementais ou disruptivas.

 

Objetivos Específicos

Para o alcance do objetivo geral do curso de Bacharelado em Sistemas de Informação, são definidos os seguintes objetivos específicos:

  • Proporcionar uma sólida formação em Sistemas de Informação enfatizando o domínio de conhecimentos nas áreas de Computação, Administração, Matemática e outras afins do curso visando o desenvolvimento e a gestão de soluções baseadas em TICs para os processos de negócio das organizações de forma que elas atinjam efetivamente seus objetivos estratégicos de negócio;
  • Desenvolver a competência informacional no tratamento, organização, disponibilidade, visualização e uso eficaz e racional da informação como insumo para a gestão das organizações no processo de tomada de decisão;
  • Formar profissional com base teórica e prática suficiente para criar e assimilar novas tecnologias de forma que possa atuar no setor produtivo, no ensino e na pesquisa;
  • Formar um profissional com habilidades e competências técnicas aliadas com soft skills.
  • Atender as necessidades do mercado regional e nacional em termos de formação de recursos humanos na área de Sistemas de Informação;
  • Prover o uso adequado e eficiente das TICs no planejamento, análise, projeto e desenvolvimento de sistemas computacionais em organizações privadas, públicas e terceiro setor;
  • Estimular o trabalho em equipes multidisciplinares para o desenvolvimento de sistemas computacionais nos diversos domínios;
  • Desenvolver habilidades para gerência em ambientes da Tecnologia da Informação e Comunicação ou em empreendimento próprio;
  • Capacitar para a análise de problemas e a síntese de soluções computacionalmente e economicamente viáveis, integrando conhecimentos multidisciplinares;
  • Estimular pesquisa e a capacidade investigativa nos discentes;
  • Fomentar o empreendedorismo e a inovação tecnológica;
  • Estimular a educação continuada em níveis de pós-graduação lato sensu e stricto sensu;
  • Contribuir para a formação do senso crítico dos discentes.
  • Promover o exercício da ética em ambiente profissional e acadêmico;
  • Estimular projetos de extensão promovendo: a aproximação com a comunidade, a consciência social, a formação humanística e a complementação da formação profissional.
  • Capacitar e motivar o corpo discente a desenvolver trabalhos científicos visando contribuir para o estado da arte em Sistemas de Informação, bem como sua aplicação em outras áreas do conhecimento;
  • Formar cidadão consciente de suas responsabilidades sociais e éticas na atuação profissional;
  • Atuar com diferentes profissionais de diferentes áreas para identificar oportunidades do mercado e atender as necessidades da sociedade, sabendo trabalhar em equipe.
  • Identificar e promover a interdisciplinaridade entre as áreas do conhecimento.
  • Preparar o discente para “aprender a aprender”, “aprender e projetar”, “aprender e aplicar” e “aprender e ensinar” de tal forma que adquira independência e autonomia em relação ao aprendizado de novos conteúdos;
  • Estimular o pensamento crítico do discente acerca de novas soluções e tecnologias em Computação.
  • 10 Laboratórios de Informática de uso geral aplicados as disciplinas com prática de projeto e desenvolvimento.
  • Laboratórios de pesquisa vinculados ao COMPSI (Computing and Information Systems Research Lab) tem como objetivo apoiar o desenvolvimento de pesquisa voltadas principalmente para as área de Big Data, Segurança da Informação, Realidade Virtual e Aumentada, IoT, Automação, Inteligência Artificial, Games, Ciência de Dados, Web Semântica, entre outras.
  • InnovaSpace Coworking para a prática do empreendedorismo
  • Dois auditórios para palestras de eventos com capacidade para 900 pessoas.
  • Laboratório de Indústria 4.0 (em breve)
  • Sala para aulas preparadas para aplicação de metodologias ativas de aprendizado.
DESTAQUES
Fique por dentro de tudo o que acontece no curso!